Arquivo da tag: igreja

O que é Capela?

É o termo dado a uma igreja de pequenas dimensões, normalmente as capelas são para atendimentos religiosos para determinados grupos de pessoas e usuais em colégios, universidades, fazendas, conventos etc. O que a diferencia da igreja é não ser sede de paróquia, não havendo assim, assistência permanente de padres.         Construção pequena onde está disposta uma imagem religiosa, destinado ao culto.10- corel*Clique na imagem acima, para saber mais.

 

 

O que é rosácea ?

seloCaixilho de dimensões grandes e circulares. Ornato colocado no centro dos tetos ou abóbadas que lembra uma rosa.                                                                                                     A rosácea é um elemento arquitetônico ornamental usado no seu auge em catedrais durante o período gótico. Dentro do eixo condutor deste período artístico, a rosácea transmite, através da luz e da cor, o contacto com a espiritualidade e a ascensão ao sagrado. Trata-se de uma abertura circular onde um desenho geométrico de bandas de pedra (traceria) é preenchido com vidro colorido, vitral. As cores são fortes, acentuando o realismo da representação pela combinação de variados tons da mesma cor.

Localização na catedral

A rosácea apresenta-se sobre o portal da fachada principal a Oeste ou no transepto, em pelo menos um dos seus extremos.

Temas de representação                                                                                                 A decoração é feita no sentido radial, estilizando a representação das pétalas de uma rosa (daí o nome), e relata a história bíblica de uma figura que surge ao centro da composição. Os temas mais retratados abrangem a Virgem com o Menino, cenas da vida de Cristo e dos apóstolos e as mais variadas histórias bíblicas. Raramente se observam símbolos zodiacais ou das estações do ano, assim como referências a heráldica medieval.

Metamorfose formal                                                                                                         A rosácea teve origem no oculus romano transformando-se em janela durante o período românico. Acompanhando, em meados do século XII, o desenvolvimento do gótico e as suas inovações técnicas, em que ao direcionar e distribuir o peso pelas abóbadas e pelos contrafortes se torna possível “abrir” grandes vãos de parede à entrada da luz, a rosácea acaba por aumentar consideravelmente as suas dimensões. Meados do século XIII pode já abranger a largura total da nave.

Nas suas primeiras aparições surge sob um arco circular, como são exemplo disso as rosáceas da Catedral de Mantes, da Catedral de Notre-Dame de Paris, da Catedral de Laon e da Catedral de Chartres e, mais tarde, sob um arco quebrado, como se observa na Catedral de Reims. Em seguida passa a ser inscrita num quadrado, como no extremo sul do transepto da Catedral de Notre Dame em Paris e uma última transformação remete ainda a rosácea para o centro de uma composição de janelas, cobrindo a totalidade da fachada do transepto, como se pode constatar na Catedral de Rouen. No gótico flamejante (gótico tardio) as subdivisões de pedra da rosácea passam a ter um desenho rendilhado de curvas extremamente intrincado (traceria).

 

 

O que é átrio ?

Átrio é: 

Principal aposento das casas nos primeiros tempos da Roma antiga. — Era usado como sala de estar e de lazer, e também como cozinha e dormitório. Tinha um fogão central e, no teto, acima dele, uma abertura para deixar sair a fumaça, como nos primitivos salões da Europa. O nome vem da palavra latina atrium, de ater, que significa preto, com referência ao teto enegrecido pela fumaça nesse aposento.

Também é conhecido como a entrada do edifício onde podemos contemplar todo o ambiente interno, que pode ser uma igreja ou um edíficio.

atrio

.