Revit (BIM) Intensivo de 8 horas

Curso de Revit Intensivo

O software Revit foi desenvolvido especificamente para a Modelagem de Informação da Construção (BIM), possibilitando que os profissionais de projeto e construção levem suas ideias da concepção até a elaboração, com uma abordagem por modelos coordenada e consistente. O Revit é um aplicativo individual que inclui recursos para projeto arquitetônico, construção e de engenharia estrutural e de instalações . No Curso do CDA o Revit é voltado para projeto arquitetônico, onde possibilita a criação de um projeto e a partir dele extrair plantas, cortes, elevações, etc; além de possibilitar a renderização, montagem de pranchas e formas de apresentação.


certificadoProfessores
Paulo Pinhal / Lucas Fonseca

Curso com Certificado


 NOVO FORMATO – 08 horas presenciais 

duvida

O CDA vem oferecendo vários cursos presenciais desde 2006 e o nosso método de ensino tem se mostrado eficiente nos mais de 2000 alunos que já passaram pelo CDA.

O objetivo principal do Curso de Revit Intensivo é fazer com que o aluno tenha domínio da arquitetura do software e possa desenvolver todas as peças gráficas que o mercado em geral utiliza. O aluno consegue aprender em 8 horas.

O amadurecimento e as habilidades aumentarão com os exercícios que são passados para os alunos. Quanto mais tempo o aluno ficar no software, mais conhecimento e destreza ele terá. Eventuais dúvidas são esclarecidas via e-mail do CDA.


DATAS DISPONÍVEIS

SETEMBRO 2018
Dia: 
22 de Setembro de 2018
Horário: 08h30 as 17h30


VALOR DE INVESTIMENTO

 O valor do  Curso é de R$ 330,00 .
A inscrição é confirmada com o comprovante de pagamento.

Clique no botão do pagseguro para a inscrição:




IMPORTANTE:
inscrições de véspera de curso, ficará para a próxima turma.


Vagas limitadas. Trabalhamos com no máximo 06 alunos.

LOCALIZAÇÃO

Rua Boa Vista,  84  e 108,  Centro de Mogi das Cruzes.

800 metros da Estação Mogi da CPTM.


* Disponibilizamos computadores para até 04 alunos. Acima deste número o aluno deverá trazer o computador e mouse com o programa instalado.  (Não instalamos softwares).

** Disponibilizamos coffee break no período do curso.

*** Caso não atinja o número mínimo de alunos, a data poderá ser alterada.


Cancelamento
* Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, nos informe pelo menos 05 dias de antecedência ao curso;
** Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, após pagamento, será retido 20% do valor do curso referente as taxas operacionais para devolução. O ressarcimento acontecerá no dia 10 do mês subsequente da confirmação de cancelamento e será realizado por transferência bancária.
Certificado
*Deve ser solicitado pelo aluno (com prazo de até 90 dias após o término do curso) pelo site http://www.colegiodearquitetos.com.br/certificado/, assim encaminharemos a via Digital.

DÚVIDAS – ENTRE EM CONTATO

Rua Boa Vista, 108 – Centro – Mogi das Cruzes – São Paulo
Telefones
(11) 2819 3776
(11) 9 7371-0471 – Whatsapp
Email: cda@colegiodearquitetos.com.br

SketchUp Intensivo

SketchUp Intensivo

O SketchUp Intensivo é uma maneira de transmitir as idéias arquitetônicas  de modo compreensível para os interessados por meio de desenhos tridimensionais, com imagens estáticas ou mesmo com passeios virtuais já fazem parte do nosso dia a dia.

Traduzir a ideia para o tridimensional, selecionar as imagens e saber apresenta-las para os clientes tem sido um desafio individual de cada profissional. Assim sendo o Arquiteto e Urbanista e Professor Paulo Pinhal, já ministrou para  centenas de alunos profissionais arquitetos, engenheiros e técnicos em edificações os cursos de SketchUp, que é um software simples de produzir projetos tridimensionais.

Dentro de uma filosofia de capacitar o profissional arquiteto para a aplicação do software no dia a dia de maneira rápida, o Professor Pinhal, vem desenvolvendo formatos diferentes do curso visando um melhor aproveitamento das informações passadas, bem como sua aplicação imediata, que contribui para a melhora da qualidade dos serviços executados pelos profissionais.

Não reservamos vagas. Faça sua inscrição o mais breve possível.


certificadoProfessores
Paulo Pinhal / Lucas Fonseca

Curso com Certificado


INVESTIMENTO

 O investimento é de R$ 330,00 (Trezentos e trinta reais) que pode ser pago em parcelas pelo Pagseguro.

A inscrição é confirmada com o comprovante de pagamento.


DATAS DISPONÍVEIS


AGOSTO 2018
Dia: 04 de Agosto de 2018
Horário: 8h30 as 17h30


Local:  Rua Boa Vista,  84  e 108,  Centro, Mogi das Cruzes, São Paulo.


 


Clique no botão para fazer a inscrição.





IMPORTANTE:
inscrições de véspera de curso, ficará para a próxima turma.


* Disponibilizamos computadores para até 04 alunos. Acima deste número o aluno deverá trazer o computador e mouse com o programa instalado.  ( Não instalamos softwares).

** Disponibilizamos coffee break no período do curso.

**Caso não atinja o número mínimo de alunos, a data poderá ser alterada.


Cancelamento
* Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, nos informe pelo menos 05 dias de antecedência ao curso;
** Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, após pagamento, será retido 20% do valor do curso referente as taxas operacionais para devolução. O ressarcimento acontecerá no dia 10 do mês subsequente da confirmação de cancelamento e será realizado por transferência bancária.
Certificado
*Deve ser solicitado pelo aluno (com prazo de até 90 dias após o término do curso) pelo site http://www.colegiodearquitetos.com.br/certificado/, assim encaminharemos a via Digital.

ENTRE EM CONTATO

Rua Boa Vista, 108 – Centro – Mogi das Cruzes – São Paulo
Telefones
(11) 2819 3776
(11) 4726 1336
(11) 9 7371-0471 – Whatsapp
Email: cda@colegiodearquitetos.com.br

Visita Técnica – Santiago – Chile.

Visita Técnica – Santiago – Chile.

O arquiteto e urbanista Paulo Pinhal, presidente do CDA – Colégio de Arquitetos sempre fez visitas técnicas arquitetônicas para várias cidades do Brasil e  cidades internacionais com alunos, arquitetos, engenheiros e pessoas interessadas em arquitetura, visando proporcionar experiências, conhecimento e aumentar o repertório dos alunos que de certa forma auxilia no processo criativo.

A diretoria do CDA resolveu oferecer para todos aqueles que gostam da arquitetura a oportunidade de fazer uma Visita Técnica Arquitetônica na cidade de Santiago do Chile.

Santiago do Chile

É a capital e a maior cidade do Chile. Está localizada na Região Metropolitana de Santiago, no vale central chileno, ao lado da cordilheira dos Andes. É o maior e mais importante e desenvolvido centro urbano, financeiro, cultural e administrativo do país.

A Torre Costanera Center em Santiago, é o  edifício mais alto da América Latina, com 62 andares e 300 metros de altura.

 

Essa é uma viagem para apreciar a força de uma sociedade moderna através da arquitetura que dialoga com um cenário espetacular.

 

PACOTE DE VIAGEM

Escolhemos a Kleber Mansur Viagens, cuja experiência faz com que várias Instituições de Ensino lhe dê credibilidade aos seus pacotes. Além do preço acessível para alunos.

Segue as informações referente a viagem a Santiago do Chile:

AÉREO

Partida: Quarta-feira 29 de agosto de 2018 09:20
São Paulo (GRU)
Santiago (SCL) 13:25

Retorno: Domingo 02 de setembro de 2018 21:15
Santiago (SCL)

São voos direto Voando LATAM Classe econômica

TERRESTRE

Apartamento: Torre Tagle
Departamentos Amoblados

4 diárias acomodação para 4 pessoas

TRASLADO e CITY TOUR em Santiago incluso


1° dia
Traslado até o apart hotel
Torre Amoblados Monjitas

– Casa de Câmbio na Rua Augustinas.
– Plaza das Armas
– Museu Pré Colombino
– Mercado Central


2° dia

– Unidade Vecinal Portales
– Parque Quinta normal
– Museu da memória e dos direitos humanos
– Bairro Concha Y Toro


3° dia

– Parque pluvial Renato Poblete
– Universidade Católica do Chile
– Parque Bi Centenário da Infância
– Sky Costanera ( Torre com 300 metros de altura) a mais alta da América Latina  – Não incluso a subida ao Sky Costanera ( R$ 50,00)


4° dia ( Dia Livre)

Valle Nevado e Farellones – Opcionais ( R$ 75,00 )


5 ° dia

Cajon del Maipo


**Refeições não inclusas.

Valor do Investimento

O Valor do investimento é de R$ 2.310,00 podendo ser pago:

Entrada de  R$ 390,00 + 10 parcelas de R$ 192.00 – Boleto Bancário ou Cartão de Crédito  Sem juros

Maiores informações entrar em contato direto com a operadora de turismo.

Responsável pelo pacote turístico

Kleber Mansur Viagens

Tel. e Whatsapp – (11) 97298 4000

klebermansurviagens@gmail.com

 

AutoCAD 2D 8 horas

Curso de AutoCAD 2D 

O Curso de AutoCAD 2D  do Colégio de arquitetos foi criado com base na experiência do Professor, Arquiteto e Urbanista Paulo Sérgio Pinhal, que ao longo de sua carreira descobriu um método de ensino extremamente prático e eficiente, tendo em vista às necessidades dos estudantes e/ou profissionais de arquitetura e engenharia civil.
Descobriu-se que o método do curso é eficiente quando  o  aluno  entende  de  desenho  arquitetônico, isto é, sabe ler  uma  planta,  seus cortes e elevações.

Experiência

A experiência como desenhista de prancheta  e   Professor  de  Desenho  Técnico foi de grande utilidade para utilizar o AutoCAD 2D , como uma ferramenta de desenho.
Ensinamos  uma  maneira de desenhar com o AutoCAD, como  se  estivesse  desenhando  na  prancheta.
Continue lendo AutoCAD 2D 8 horas

Casas Flutuantes

Casas Flutuantes

HP-Architects-Floating-Bamboo1-edit

Ficha Técnica

Arquitetos: H & P Arquitetos

Localização: Hoan Kiem District, Hanoi, Vietnã

Arquiteto Responsável: Doan Thanh Ha, Tran Ngoc Phuong

Equipe Design: Chu Kim Thinh, Erimescu Patricia, Nguyen Van Manh, Nguyen Khanh Hoa, Nguyen Quynh Trang, Tran Quoc Thang, Pham Hong Son, Hoang Dinh Toan, Pham Quang Thang, Nguyen Hai Hue, Nguyen Phuoc Khac

Área: 44,00 m2

Projeto Ano: 2013


 

HP-Architects-Floating-Bamboo4

 

RESUMO

O escritório vietnamita H&P Architects apresentou uma proposta de residência que resiste à cheia das águas; um projeto barato e fácil de construir, cuja base é feita de bambu colhido no local. As casas são construídas sobre plataformas de tambores de óleo reciclados que as fazem flutuar durante as inundações, porém, sem sair do lugar, pois são presas através de âncoras.

Optou-se pelo bambu como material predominante não apenas por ser abundante na região, mas também por ser versátil, durável e tradicional nas construções locais. Tetos e paredes e pisos estão dispostos entre estacas de aço que seguram as casas durante as inundações, fazendo-as funcionar como barcos ancorados.

O piso é elevado, pois deste modo protege-se a casa de animais e da umidade, e também reserva-se este espaço para a instalação dos tambores. As coberturas são únicas, concebidas para este tipo de clima; cortes triangulares se abrem em todas as direções, proporcionando sombra e ventilação cruzada.

(c)_Doan_Thanh_Ha_-__(7)

As portas horizontais em ambos os lados da casa também se abrem, criando pátios e toldos. Quando começa a chover, a casa pode se fechar, protegendo os habitantes em seu interior.

Além da proteção contra inundações, as casas também apresentam jardins verticais em suas paredes externas, onde podem ser plantadas hortaliças para consumo familiar. Um sistema de captação de águas pluviais também é incorporado ao projeto, e pode ser desativado em caso de inundação. As casas apresentam espaços flexíveis que podem ser adaptados segundo as necessidades específicas de cada família, podendo inclusive, se expandir, no caso de famílias maiores.


Esse foi mais um dos Projetos apresentados no ALAC – Atelier Livre de Arquitetura Contemporânea. Um Curso gratuito que sempre está com inscrições abertas para estudantes e profissionais que buscam se atualizar.

Conheça: http://www.colegiodearquitetos.com.br/atelier-livre-de-arquitetura-contemporanea/

Museus de artes do mundo

Museus de artes do mundo

Visite virtualmente alguns dos principais Museus de Artes do mundo.

Este conteúdo faz parte do nosso Curso de História da Arte do Século XX .


MASP – São Paulo

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (mais conhecido pelo acrônimo MASP) é uma das mais importantes instituições culturais brasileiras. Localiza-se, desde 7 de novembro de 1968, na Avenida Paulista, cidade de São Paulo, em um edifício projetado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi para ser sua sede.

Clique na imagem para entrar no MASP

MASP


MAM – Rio de Janeiro

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio) é uma das mais importantes instituições culturais do Brasil. Localiza-se na cidade do Rio de Janeiro, no Parque do Flamengo. Palco de diversos acontecimentos de grande relevância na vanguarda artística brasileira, o museu amealhou ao longo de sua história uma coleção de arte moderna altamente representativa – a maior parte, entretanto, perdida no trágico incêndio de 1978. Conserva hoje aproximadamente 11 mil objetos, grande parte proveniente da Coleção Gilberto Chateaubriand, depositada em regime de comodato no museu em 1993.

Clique na imagem para entrar no Museu.


MAM – SÃO PAULO

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) é uma das mais importantes instituições culturais do Brasil. Localiza-se sob a marquise do Parque Ibirapuera, em São Paulo, em um edifício inserido no conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer em 1954 e reformado por Lina Bo Bardi em 1982 para abrigar o museu.

O museu foi fundado por Francisco Matarazzo Sobrinho, dito Ciccillo Matarazzo, em 1948, concomitante ao surgimento do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, ambos inspirados pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA) e frutos do ambiente de grande efervescência cultural e progresso socioeconômico que caracterizou o Brasil na década de 1940.

Clique na imagem para conhecer o MAM São Paulo


MoMA – New York

O Museu de Arte Moderna (Museum of Modern Art), mais conhecido como MoMA, é um museu da cidade de New York, fundado no ano de 1929 como uma instituição educacional. Atualmente é um dos mais famosos e importantes museus de arte moderna do mundo.

Clique na imagem para conhecer o MoMA

 

 

 

 

 


Museu do Picasso em Barcelona

O Museu Picasso tem mais de 3.500 trabalhos de Pablo Picasso. São pinturas, desenhos, esculturas e cerâmicas que vão desde seus primeiros esboços, feitos quando ainda era garoto, até algumas de suas mais importantes peças cubistas. Com eles, você terá uma boa noção da vida do artista e da evolução de seu talento. O museu atrai não só os entusiastas da arte como também as crianças, graças às coloridas exposições dos esboços da infância de Picasso.

Clique na imagem para conhecer o Museu do Picasso


Fundação Guggenheim – New York – Veneza e Bilbao

A Fundação Solomon R. Guggenheim é uma fundação criada em 1937 pelo filantropo Solomon Robert Guggenheim e pela artista Hilla von Rebay. É conhecida por ser a detentora de uma série de museus internacionais:

  • o Museu Solomon R. Guggenheim, em New York;
  • a Coleção Peggy Guggenheim, em Veneza;
  • o Museu Guggenheim Bilbao, em Bilbao, Espanha;
  • o Deutsche Guggenheim, em Berlim (construída em cooperação com Deutsche Bank);
  • o Guggenheim Las Vegas e o Guggenheim Hermitage, em Las Vegas.

Os museus exibem a arte moderna e a pós-moderna, mas algumas filiais exibem também a arte comercial. Além disso, diversas filiais do Guggenheim são famosas por sua arquitetura distinta, como, por exemplo, os edifícios do Museu Solomon R. Guggenheim (de Frank Lloyd Wright), o Museu Guggenheim Bilbao (de Frank Gehry) e o Guggenheim Las Vegas (de Rem Koolhaas). A fundação desenvolveu a reputação de empregar arquitetos famosos e construir edifícios de realce. Entretanto, críticas são feitas quanto a esse ponto, pois muitas vezes os edifícios dos museus são mais famosos e conhecidos que os trabalhos artísticos que estão neles expostos.

Clique nas imagens para conhecer:


PINACOTECA  DE SÃO PAULO

A Pinacoteca do Estado de São Paulo é um dos mais importantes museus de arte do Brasil. Ocupa um edifício construído em 1900, no Jardim da Luz, centro de São Paulo, projetado por Ramos de Azevedo e Domiziano Rossi para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios. É o mais antigo museu de arte de São Paulo, fundado em 1905 e regulamentado como museu público estadual desde 1911.

Clique para conhecer a Pinacoteca de São Paulo.


Teatro Museu  DALÍ –  Barcelona

Teatro-Museu Dalí é um museu especialmente dedicado a Salvador Dalí, localiza-se em sua cidade natal, Figueres, Catalunha.

O atual museu era um antigo teatro da cidade de Dalí quando criança, e onde suas primeiras exibições públicas foram realizadas. O antigo teatro foi bombardeado na Guerra Civil Espanhola e permaneceu em estado de ruína por décadas até Dalí e o prefeito de Figueres decidirem reconstrui-lo, em 1960.

 

 

 

 

 

 


Inhotim

O Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho a 60 quilômetros de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, a terceira maior região metropolitana do Brasil. Com uma área de 110 hectares de visitação composta por floresta e jardim botânico, o Inhotim possui uma coleção de arte internacionalmente reconhecida.

 Clique na imagem para conhecer Inhotim

Centre Georges Pompidou

Os parisienses não dizem Centre Georges Pompidou e sim BeaubourgVamos ao Beaubourg?

O Beaubourg é um espaço polivalente composto por um museu com uma das maiores coleções de arte moderna e contemporânea do mundo; uma biblioteca que foi uma das primeiras bibliotecas abertas à todos, sem nenhuma forma de seleção para a consulta do acervo e espaços dedicados à musica e ao cinema.

O Centre George Pompidou sempre foi considerado como um dos monumentos mais democráticos de Paris. E ainda abriga ótimas exposições temporárias.


Casa Pachamanca

PORTADA_CP-51-1-Pachamanca-0533

Casa Pachamanca

Ficha Técnica

Arquitetos:  51-1 arquitectos

Localização: Las Casuarinas, Lima, Peru

Autores: César Becerra, Fernando Puente Arnao, Manuel de Rivero

Área: 682.0 m²

Ano do projeto: 2012

Fotografias: Cristobal Palma / Estudio Palma 

Equipe de Projeto: César Becerra, Fernando Puente Arnao and Manuel de Rivero with Edinson Cueva, Sara Gagliarini, David Ávila, Gianfranco Palomino, Mauricio Gilbonio, Militza Carrillo, Eduardo Peláez, Favio Chumpitaz

Construção: Américo Chavez

Engenharia Estrutural: Salcedo Ingenieros

Paisagismo: Luis Camacho

Interiores: Contemporanea, Liz Sosa Design

CP-51-1-Pachamanca-0565

Do arquiteto. A Pachamanca é uma técnica milenar peruana de cozinhar sob a terra com pedras e especiarias.

Um casal de cozinheiros nos pediu o projeto de uma casa para eles e suas filhas.

O terreno é um terraço numa colina, com vistas panorâmicas de Lima. Os clientes nos encomendaram uma casa que respeitasse o entorno e que fosse rica em conceitos, não em materiais.

A absoluta falta de chuva em Lima (menos de 8,00 mm por ano) determina uma paisagem árida, onde o verde aparece apenas quando se rega com água trazida dos cumes andinos a cem quilômetros de distância.

Em Lima, o verde é um luxo. Ao invés de um edifício, desenhamos uma paisagem verde exuberante. Os edifícios tendem a envelhecer e a ficarem mais feios, enquanto a vegetação cresce e se torna mais bonita com o passar do tempo.

Manipulando o terreno geramos um relevo, uma paisagem, que tem sua vegetação criada de acordo com as diferentes alturas: árvores; ervas; hortaliças; etc.

Uma vez definida a nova paisagem, esta se habituou ao programa da casa: dormitórios, banheiros, cozinha, sala de jantar, estar, escritório, garagem. Com especial atenção às qualidades espaciais e as vistas geradas.

A casa não possui uma estrutura hierárquica, têm diversas entradas, níveis e percursos, desfazendo o limite entre interior e exterior.

A casa – como uma paisagem exuberante – intencionalmente mostra uma rica diversidade de acabamentos e texturas: diferentes cortes de pedra da área, muitos tipos de madeira reciclada, estampas de concreto, etc.

Barroco e Povera, ao mesmo tempo, como uma Pachamanca.


Esse foi mais um dos Projetos apresentados no ALAC – Atelier Livre de Arquitetura Contemporânea. Um Curso gratuito que sempre está com inscrições abertas para estudantes e profissionais que buscam se atualizar.

Conheça: http://www.colegiodearquitetos.com.br/atelier-livre-de-arquitetura-contemporanea/

Humanização em Plantas

O Curso de Planta Humanizada no CorelDRAW tem objetivo de ensinar uma ferramenta que facilita na venda de Projetos Arquitetônicos.

O Software CorelDRAW, é uma ferramenta gráfica que auxilia nas apresentações e montagens de desenhos gráficos para impressão quer seja um catálogo, revista, banners etc.

A Planta Humanizada no CorelDRAW ajuda na venda de projetos, pois grande parte da população consegue entender os desenhos de plantas ou fachadas feita pelo software.
O Curso do Colégio de Arquitetos apresenta de maneira simples e profissional como utilizar esta ferramenta em  04 horas.

Local do Curso :

Rua Boa Vista, 84 , centro , Mogi das Cruzes.


certificadoProfessor
Paulo Pinhal

Curso com Certificado


Conteúdo:

Introdução ao Corel Draw,  compreendendo o entendimento da arquitetura do software e suas principais ferramentas para a utilização em Plantas Humanizadas. Acompanha 2 apostilas digitais, uma sobre o Corel e suas principais ferramentas e outra sobre humanização de projetos.

Exercícios práticos, importando arquivo do AutoCad e aplicação das ferramentas aprendidas e macetes de rotina de escritório que fazem com que o aluno termine o curso produzindo material satisfatório.


Planta Humanizada – 04 horas presenciais

 

EM BREVE NOVAS TURMAS.

Investimento : 

O valor do investimento é de R$ 200,00 e a inscrição acontece mediante comprovante do pagamento via Pagseguro, que pode ser pagos em parcelas ou com 10% de descontos para os pagamentos a vista.  Clique no botão Pagseguro para fazer a inscrição.




Assim que fizer a inscrição, mandar e-mail para cda@colegiodearquitetos.com.br com nome, endereço, RG e CPF dos alunos que participam do grupo para a confecção dos certificado

INFORMAÇÕES

*O aluno deverá trazer computador e mouse para melhor aproveitamento do curso.

**Caso não atinja o número mínimo de alunos, a data poderá ser alterada.


Cancelamento

* Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, nos informe pelo menos 05 dias de antecedência ao curso;
** Em caso de cancelamento da inscrição por parte do aluno, após pagamento, será retido 20% do valor do curso referente as taxas operacionais para devolução. O ressarcimento acontecerá no dia 10 do mês subsequente da confirmação de cancelamento e será realizado por transferência bancária.
Certificado
*Será entregue no final do Curso

ENTRE EM CONTATO

Rua Boa Vista, 108– Centro – Mogi das Cruzes – São Paulo
Telefones
(11) 2819 3776
(11) 4726 1336 – Atendimento e recados.
(11) 9 7371-0471 – Whatsapp

Em implantação na unidade da Av. Paulista

(11) 3192 – 3968
Email: cda@colegiodearquitetos.com.br

Curso de História da Arte do Século XX

Curso de História da Arte do Século XX 

Estrutura Completa do Curso – clique aqui

O Colégio de Arquitetos – Centro de Estudos de Arquitetura e Fomento Cultural é uma associação sem fins lucrativos, onde consta no item 3° de seu estatuto: “Fomentar a arte e a cultura, em todas as suas formas de expressões”. Constam ainda em ata que desde o dia 09 de outubro de 2008, que o Colégio de Arquitetos passou a ser o sucessor e mantenedor do CECAP – Centro Cultural Antônio do Pinhal.
O Curso de História da Arte do Século XX.” que vem funcionando desde janeiro de 2009, com participação de profissionais da área do jornalismo, pedagogia, artes, teólogos e arquitetura.
São estudados os movimentos artísticos do Século XX, bem como os artistas que foram protagonistas dos movimentos, além de exercícios para a reprodução de trabalhos de artes que podem ser: desenhos, vídeos, músicas, textos ou artigos científicos sob a influência do movimento artístico objeto de estudo, produzindo materiais para a mídia em geral e para exposição no CECAP – Centro Cultural Antonio do Pinhal, em Mogi das Cruzes, São Paulo, e outros locais públicos ou privados mediante futuras parcerias.


Requisito Mínimo

O Requisito mínimo para a participação no Curso é ter 18 anos de idade. O Curso é aberto para qualquer pessoa que goste de ler, debater, pesquisar e produzir material para a divulgação dos resultados obtidos nos encontros.


Aprendizagem EAD e atividades obrigatórias

Será disponibilizado conteúdo básico nos sites: www.pinhal.org e www.colegiodearquitetos.com.br com aulas em EAD – Ensino à Distância para os alunos inscritos. É necessário que o aluno assista aos vídeos para o desenvolvimento dos trabalhos que serão passados como exercícios.

 


Início do Curso: Imediato após confirmação da inscrição.


FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO:

Nome Completo

RG

CPF

Data de Nascimento

Endereço Completo

CEP

Bairro

Cidade

Estado

Telefone

Celular

E-mail

captcha



CONTEÚDO

Módulo 1 – Conteúdo básico:
Clique aqui para acessar os conteúdos do Curso de História da Arte do Século XX

 

 

 

 

A senha será encaminhada via e-mail para acessar as páginas do curso.

Conheça os Museus de Arte pelo mundo:
http://www.colegiodearquitetos.com.br/museus-de-artes-mundo/


INFORMAÇÕES:

Rua Boa Vista, 108 – Centro – Mogi das Cruzes – São Paulo
Telefones
(11) 2819 3776
(11) 4726 1336
Email: cda@colegiodearquitetos.com.br

BIQ House

A Casa BIQ foi concluída e lançada no final de março de 2013, bem a tempo para ser apresentada como uma das maiores atrações da Exposição Internacional de Construção de Hamburgo (IBA – 2013), na Alemanha.

O projeto foi executado pela empresa de design internacional Arup, pela empresa alemã SSC (StrategicScience Consultants) e elaborado pelo arquiteto Splitterwerkde Graz. E porque ela é tão interessante? Deve ser o que você está se perguntando.

A BIQ é um dos mais perfeitos exemplos de uma casa natural, eficiente e única. Ela é o primeiro edifício do mundo a ter uma fachada com biorreatores. E o que isso significa? Significa que sua fachada produz energia a partir de microalgas que são cultivadas dentro dos elementos de vidro que compõem a sua “bio pele”.

O edifício é praticamente todo revestido com tiras de vidro, semelhantes a persianas, na cor verde, onde são cultivadas as micro algas verdes com fotobiorreatores integrados a reatores. Estas tiras de vidro além de serem utilizadas para produzir energia, podem controlar a luz e proporcionar sombra.

E como ele funciona?

Primeiramente, é muito importante entender que microalgas são produzidas dentro destas células verdes que revestem a fachada do edifício. E que tanto para produzir energia como para gerar sombreamento estas microalgas precisam crescer.

No verão as algas absorvem os raios do sol que, junto com dióxido de carbono e outros nutrientes líquidos – fornecidos através de um circuito de abastecimento interno de água depositados nos painéis – promovem a fotossíntese. Este processo ajuda a alga a crescer e assim propiciar sombreamento no edifício, conseguindo assim, manter a temperatura interna do edifício baixa de uma forma mais natural, sem a necessidade de utilização de um sistema de ar condicionado. Todo este processo de fotossíntese, crescimento e sombreamento podem ser observados a partir do exterior da edificação.

No inverno, o sistema de calefação, responsável pelo aquecimento da casa BIQ, é abastecido pela água quente produzida por estas plantinhas. A fachada recolhe a energia por absorção da luz que não é utilizada pelas algas e gera calor, tal como numa unidade de energia solar térmica, a qual é diretamente usada para a água quente sanitária e para o aquecimento.

Como produz energia?

As algas depois de florescerem e se multiplicarem são colhidas, para assim, serem utilizadas como biomassa na produção de biogás. Este processo acontece na sala técnica da BIQ, com o auxilio de máquinas responsáveis por transformar a polpa grossa e fermentada das algas em biogás. As algas, em comparação com as plantas terrestres, são mais eficientes para este processo, pois produzem até cinco vezes mais biomassa/hectare que as plantas convencionais. E fora isto, possuem muitos óleos que são também utilizados na produção de energia.

Dentro de cada metro quadrado da fachada, é possível extrair cerca de quinze gramas de biomassa por dia, o que ao final de um ano produz cerca de 4500 kWh de energia elétrica – o que equivale a mais ou menos o consumo anual de uma família com quatro pessoas (4000 kWh).

O projeto de arquitetura consiste em um edifício residencial de cinco andares, no qual existem 15 módulos de diferentes tamanhos que variam de 50 a 120 m². O último pavimento, no quinto andar, é o único com um sistema de cobertura e fechamento lateral realizado em alvenaria convencional, enquanto que nos outros andares foram utilizadas as placas de vidro com algas. A ideia dos arquitetos era projetar um modelo de vida futurista e versátil, baseado nos padrões do futuro. O design de interiores foi pensado de modo que as habitações pudessem ser personalizáveis e com possibilidade de serem modificadas simplesmente pressionando um botão.

Por fim, não podemos deixar de ressaltar que o revestimento com algas também servem como um ótimo isolamento acústico. E assim, podemos ver que a tendência para o futuro da construção civil é a de que as fachadas não sejam apenas um elemento de vedação e decorativo, mas um elemento ativo para o funcionamento da edificação.

Segundo o líder de investigação da Arup na Europa, Jan Wurm, “O uso de processos bioquímicos para o sombreamento constitui uma solução realmente inovadora e sustentável, o que é muito importante assistir a sua aplicação num cenário real. Além de gerar energia renovável e promover sombra para manter o interior do edifício refrigerado nos dias ensolarados, o nosso desenho também cria uma aparência interessante que os arquitetos e proprietários irão gostar”.

  1. biorreatores de BIQ são aparafusadas para os lados virados para sul do edifício e são projetados para trabalhar com quase nenhuma intervenção humana ou de limpeza. Cada biorreator é de três polegadas de espessura, mais de oito pés de altura, e tem cerca de seis litros de água entre os painéis de vidro laminado de segurança.
  2. Um sistema circulatório complexo mantém as algas vivo e empurra a água, fósforo e azoto através dos biorreactores. A comida de alimentação de dióxido de carbono vem do tubo de escape de um gerador de rés-do-chão. (Em instalações futuras, as algas pode engolir CO2 emitido a partir de outros prédios.) Explosões de ar comprimido evitar que o crescimento de algas muito grosso, enquanto pequenas contas raspar o vidro e manter os organismos do apego a ele.
  3. Quando as algas reproduzir, eles emitem calor, o que significa que num dia ensolarado a água no bioreactor pode atingir 100 ° F. Que os cursos de água através de um trocador e aquece um segundo abastecimento de água, que circula através de tubos embutidos nos pisos para aquecer os quartos, ou para pré-aquecer a água utilizada nos chuveiros e cozinhas. água quente excesso é armazenado em oito furos 260-plus-pé-profundas sob o edifício. Ao todo, as algas do biorreatores produzir calorias suficientes para aquecer quatro apartamentos durante todo o ano.
  4. Pelo menos a cada semana, as algas são filtrados da água e transportado três milhas a uma universidade, onde são processados ​​para o metano e hidrogênio. Se eles foram queimados, eles poderiam ser usados ​​para gerar eletricidade, embora esta pode ser uma forma dispendiosa e ineficaz para negar as emissões de carbono.

Esse foi mais um dos Projetos apresentados no ALAC – Atelier Livre de Arquitetura Contemporânea. Um Curso gratuito que sempre está com inscrições abertas para estudantes e profissionais que buscam se atualizar.

Conheça: http://www.colegiodearquitetos.com.br/atelier-livre-de-arquitetura-contemporanea/